WhatsApp Image 2020-05-19 at 15.02.35.jp

03 a 07 de Agosto de 2020, Evento Online

Apresentação

O apelo da alta empregabilidade do turismo esteve presente por muitos anos nos discursos e documentos de órgãos oficiais do setor. Sendo um setor intensivo em mão-de-obra, o turismo poderia ser um instrumento de redução de desemprego e promoção de inclusão social.

Esse apelo acabou por ocultar, e às vezes negar, a importância da discussão sobre a qualidade das ocupações que são geradas. Há, por isso, um grande hiato sobre o tema nos discursos políticos, nas pesquisas acadêmicas e nos currículos de cursos de turismo, cada vez mais tecnicistas e operacionais. Pautar o nível da precariedade do trabalho no turismo tem se mostrado desinteressante dentro do pensamento hegemônico, pois tanto evidencia as fragilidades do argumento inicial, como também escancara as contradições e mazelas do capitalismo quanto ao seu funcionamento.

Infelizmente, o turismo tem, em escala global, reproduzido os mesmos mecanismos de exploração do trabalho que outras atividades econômicas já experimentavam desde a reestruturação produtiva do fim do século XX - como baixos salários, jornadas prolongadas, flexibilidade de jornadas, alta informalidade, terceirização e alta rotatividade -, somados a mecanismos específicos do setor decorrentes da sazonalidade que lhe é própria.

Pensando na lacuna de discussões sobre essa temática, o Labor Movens, Grupo de Estudos e Pesquisas em Condições de Trabalho no Turismo, vinculado à Universidade Federal do Tocantins (Brasil), em parceria com a Alba Sud, associação especializada em pesquisa e comunicação para o desenvolvimento (Barcelona, Espanha), apresentam o Seminário Virtual “Perspectivas Críticas sobre o Trabalho no Turismo”. Toda programação do seminário é gratuita e será transmitida via Youtube no Canal Labor Movens.

O evento se propõe a ser um espaço de trocas de conhecimentos e experiências entre os participantes, tendo como objetivos principais estudar a caracterização da força de trabalho no turismo e refletir sobre as manifestações de precariedade do trabalho no setor. Esperamos que as discussões e abordagens apresentadas possam contribuir para suscitar um olhar crítico sobre as relações e tensões entre trabalho e turismo e suas implicações no mundo pós-pandemia. 

Desejamos a todas e todos um profícuo seminário!

 

 

Angela Teberga

Coordenadora do Labor Movens

Professora da Universidade Federal do Tocantins

 

Ernest Cañada

Coordenador da Alba Sud

 
Palestrantes
 
 

03 de Agosto

Segunda

(GMT-3 Brasília)

14:00h - Abertura

Os estudos sobre o trabalho no turismo no Brasil

Angela Teberga (Universidade Federal do Tocantins)


15:00h - Palestra de abertura

Marco teórico para a análise do trabalho no turismo

Mediação: Manuela Kaspary (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas)

Palestrantes:

  • Ernest Cañada (Alba Sud)

17:00h - Bate-papo com especialistas

Casos concretos de precariedade em ocupações características do turismo

Mediação: Vitor Stuart Gabriel de Pieri (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

 

Palestrantes:

  • Angela Teberga (Doutoranda em Turismo e Hospitalidade/UCS) - Tripulantes de cruzeiros

  • Bianca Paes (Mestranda em Turismo/USP) - Guias de Turismo

  • Cecília Ulisses (Mestranda em Turismo/UFPR) - Cozinheiros/as e Chefs de Cozinha

  • Eduardo Silva Sant'Anna (Tecnólogo em Hotelaria/UFF) - Estagiários/as de Hotel

  • Gabriela Camargo (Mestranda em Turismo/USP) - Camareiras de Hotel

  • Laura Isabel Tottino (Universidade de Buenos Aires) - Agentes de Viagens

04 de Agosto

Terça

(GMT-3 Brasília)

10:00h - Oficina

Extrator de Dados IPEA: Sistema de Informações sobre o Mercado de Trabalho no Setor Turístico (SIMT)
Mediação: Rafael Denes Arruda (Universidade Federal de Alagoas)

Palestrante: Carlos Wagner de Albuquerque Oliveira (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada)

 

14:00h - Palestra

Alta empregabilidade do turismo no Brasil: realidade ou mito?

Mediação: Juliana Carneiro (Mestre em Turismo/UFF)

Palestrante: Jorge Arbache (Universidade de Brasília)

16:00h - Mesa-redonda

O perfil do/a trabalhador/a do turismo no Brasil e as manifestações de precariedade do trabalho no setor

Mediação: Luiz Eduardo de Freitas Santos (Mestre em Geografia/USP)

Palestrantes:

  • Paulo Fernando Meliani (Universidade do Estado de Santa Catarina) - O perfil da força de trabalho do turismo no contexto contemporâneo de flexibilização das relações de trabalho

  • Aguinaldo Cesar Fratucci (Universidade Federal Fluminense) - Perfil dos/as trabalhadores/as no turismo no Brasil: contradições e conflitos

  • Jean Henrique Costa (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte) - Controle subjetivo, engajamento ideológico e precarização do trabalho em turismo

  • Raoni Borges Barbosa (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte) - Sobre a vergonha e humilhação no trabalho turístico: considerações desde o internacionismo simbólico de Erving Goffman

05 de Agosto

Quarta

(GMT-3 Brasília)

10:00h - Mesa-redonda

Desigualdade de gênero e trabalho no turismo

Mediação: Jorgeanny Moreira (Universidade Federal do Tocantins)

 

Palestrantes:

  • Daniela Morena Alarcón (Universidade Complutense de Madrid) - Impactos de gênero da Covid-19 no trabalho turístico

  • Núria Abellan (Alba Sud) - Manifestações de desigualdade em razão de gênero no trabalho turístico  

  • Juliana Medaglia/Carlos Eduardo Silveira (Universidade Federal do Paraná) - Relações entre gênero e mercado de trabalho de turismólogos/as

  • Donária Coelho Duarte (Universidade de Brasília) - Mercado de Trabalho na hotelaria e Mulheres Deficientes

 

15:00h - Mesa-redonda 

Adoecimento físico e mental das trabalhadoras e dos trabalhadores de turismo

Mediação: Maicon Moreira (Doutorando em Turismo e Hospitalidade/UCS)

Palestrantes:

  • Kerley dos Santos Alves (Universidade Federal de Ouro Preto) - A saúde mental dos/as trabalhadores/as do turismo e da hospitalidade

  • Kaliani Rocha (Universidade Federal de Pernambuco) - Impacto da precarização do trabalho na saúde física de camareiras de hotéis

  • Luciene Jung de Campos (Universidade de Caxias do Sul) - Sofrimento no trabalho: um campo de luta no turismo

06 de Agosto

Quinta

(GMT-3 Brasília)

10:00h - Oficina

Automation Jobs: Probabilidade de automação nas ocupações de turismo no Brasil

Mediação: Mauricio Ragagnin Pimentel (Universidade Federal do Rio Grande)
Palestrante: Cayan Portela (Lab. de Aprendizado de Máquina em Finanças e Organizações - LAMFO | Universidade de Brasília)

14:00h - Palestra 

Impactos da COVID-19 no trabalho do Turismo no Brasil: perspectivas dos/as trabalhadores/as

Mediação: Claudia Moraes (Universidade Federal Fluminense)

Palestrante: Suellen Alice Lamas (CEFET-RJ)

16:00h - Ateliê de pesquisa

Mediação: Ernest Cañada (Alba Sud)

                  Angela Teberga (Universidade Federal do Tocantins)

07 de Agosto

Sexta

(GMT-3 Brasília)

10:00h - Palestra

Escravidão e nova escravidão em hotéis, restaurantes e bares

Palestrante: Conrad Lashley (Professor Emérito em Estudos sobre Hospitalidade)

 

14:00h - Mesa-redonda

Organização política e associação de trabalhadores do turismo

Mediação: Iraneide Pereira da Silva (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco)

 

Palestrantes:

  • Rodrigo Linhares (DIEESE - Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos)

  • Alexandre Frasson (Membro-diretor da Organização de Vítimas de Cruzeiros)

  • Eulália Corralero Pajares (Presidenta da Kellys Unión – Espanha)

  • Irma Karla (Ex-presidenta da FENAGTUR - Federação Nacional dos Guias de Turismo) 

  • Lenora Horn Schneider (Presidenta da ABBTUR Nacional)

 

18:00h - Palestra de encerramento

As metamorfoses do mundo do trabalho e o proletariado de serviços/turismo

Mediação: Rodrigo Martoni (Universidade Federal de Ouro Preto)

Palestrante: Ricardo Antunes (Universidade Estadual de Campinas) 

 
Ateliê de Pesquisa

O Ateliê de Pesquisa do Seminário Virtual será um momento único de contribuição e reflexão de projetos e pesquisas em andamento sobre turismo e trabalho. Os estudos ainda em processo podem ser oriundos de pesquisa individuais ou coletivas, sejam de graduação, mestrado ou doutorado.

O escopo proposto tem intuito de divulgar o estudo em andamento para a colaboração de pesquisadores especialistas da área a partir de discussões e propostas de metodologias e abordagens teóricas. Tal oportunidade se mostra singular e enriquecedora, uma vez que no processo de construção científica, o debate de ideias, estímulo de indagações e contribuições de diversos olhares são fundamentais para a consolidação da pesquisa em turismo como um campo do saber sólido. Além disso, alinhado com a proposta do evento, o ateliê proporciona a democratização do conhecimento científico e fortalecimento dos estudos em turismo e trabalho.

 

Para submissão da proposta, o evento receberá a comunicação na modalidade de resumo expandido exclusivamente pelo e-mail grupo.estudos.ctt@gmail.com. Serão aceitos resumos expandidos de, no máximo, 4 autores (Autor/a principal e três coautores), em PORTUGUÊS e ESPANHOL com 500 palavras (Anexo I) e um breve resumo de até 10 linhas da segunda língua (Anexo II) conforme template. 

Se o resumo expandido estiver em Português, o resumo deverá ser redigido em Espanhol. Caso o resumo expandido for escrito em Espanhol, o resumo deverá ser redigido em Português.

Período de submissão: Encerrado
Divulgação do resultado dos trabalhos aprovados: 20/07/2020

 
Certificação & Avaliação

A obtenção de Certificado como Ouvinte no Seminário, emitido pela Universidade Federal do Tocantins, está condicionada a, no mínimo, 75% de presença nas mesas. A lista de presença deve ser preenchida via Google Forms através do link que disponibilizaremos ao final de cada mesa. O link será enviado via comentários durante a transmissão no Canal Labor Movens no Youtube (onde transmitiremos todo o Seminário). 

Além do registro nas Listas de Presença, solicitamos também sua participação na Avaliação do Seminário. Ela é extremamente importante para a melhoria constante do evento. O link para o Formulário de Avaliação será disponibilizado ao término do Seminário.

 
Campanha Solidária ASSEGTUR

Os trabalhadores do turismo sofrem com a total paralisação do setor e sem perspectivas de retomada a curto prazo. A situação se agrava a cada dia, pois muitos estão também desassistidos de legislação trabalhista e seguridade social.

Pensando nisso, o Labor Movens, em parceria com a Alba Sud, unem-se à Associação de Desenvolvimento do Turismo Sustentável e Produção Associada de Serras Gerais do Tocantins (ASSEGTUR) para promoção de uma campanha de distribuição de cestas básicas para famílias de trabalhadores do turismo da região das Serras Gerais do Tocantins.

A ASSEGTUR é uma associação civil sem fins lucrativos e tem como finalidade articular, mobilizar e coordenar de forma democrática e descentralizada o processo de desenvolvimento do turismo na região da Serras Gerais no Tocantins (cidades abrangidas: Natividade, Pindorama, Almas, Dianópolis, Rio da Conceição, Arraias, Aurora do Tocantins, Taguatinga e Lavandeira).

Contamos com você para alcançar nossa meta de arrecadação. Ao fazer uma doação para a campanha, os recursos financeiros são utilizados para a compra, montagem e distribuição das cestas. 

Beneficiária
Comissão Organizadora

COORDENAÇÃO GERAL

Angela Teberga

Ernest Cañada

COMISSÃO CIENTÍFICA

Eduardo Silva Sant'Anna

Iraneide Pereira da Silva

Juliana Carneiro da Costa

Marta Salvador

Sabryna Maria dos Santos

COMISSÃO DE COMUNICAÇÃO

Adriano Carlos Nunes Fernandes

Ana Amélia Soares Leite

Bianca Paes Garcia dos Santos

Thiago Eduardo Freitas Bicalho

COMISSÃO DE SECRETARIA

Eline Tosta Felipe

Cecília Ulisses Frade dos Reis

Mayra Laborda Santos

Ramón Soarez Sampaio

Vitor Prado

 
Realização
logomarca.jpg
marcaUFT_vertical_fundotransparente_RGB.
oie_transparent.png
 
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram